Facebook Twitter Instagram

Agritec Cururupu: Governo fecha o ano com saldo positivo em capacitação de agricultores familiares

Encerramento agritecAcesso ao conhecimento é o que o Governo do Estado, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, tem proporcionado a milhares de agricultores familiares que participam das Feiras da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec’s), que são realizadas desde 2015.

Fechando o ano de 2017, foi promovida a 14ª edição da Agritec no território da Baixada Ocidental, em Cururupu de 7 a 9 de dezembro, com forte participação de agricultores e agricultoras familiares da região. Durante os três dias de evento, a Feira atraiu 2.290 pessoas que puderam ter acesso às oficinas e cursos, como o pescador do município de Cururupu, José Raimundo Furtado, que participou da palestra sobre “Processamento de pescado”.

“É muito importante essa Agritec para nós termos mais conhecimento no trato com o pescado, não é sempre que temos uma oportunidade dessa e gratuita de aprender, ” disse o pescador José Raimundo.

Em 14 edições, foram mais de 25 mil pessoas capacitadas, um número expressivo que mostra a preocupação do Governo e parceiros para a difusão de conhecimento e melhoria das famílias rurais de todo o Maranhão.

Além do conhecimento, a Agritec Cururupu oportunizou aos produtores da região a garantia de uma renda extra com a comercialização na feirinha. Ao todo, dezessete municípios da Baixada comercializaram os mais diversificados produtos, como frutas, hortaliças, pescado (peixe e camarão), ovinos, e também artesanato nos stands dos municípios. O valor comercializado em geral na Agritec girou em torno de R$ 63.248,50, enquanto contratos assinados através de instituições financeiras R$ 608.553,00.

De Turiaçu, a agricultora familiar Ivanilde Gomes levou para a Agritec um dos frutos mais apreciados da Baixada, o abacaxi de Turiaçu. E para incrementar a renda, a agricultora produz geleias, compotas, bolos, pudins, licor e cachaça, tudo de abacaxi Turiaçu.

“Foi muito boa a venda na Agritec, deu para tirar uma renda. As pessoas compraram tudo e espero que a região promova outra Feira dessa para mostrar o quanto nosso abacaxi é saboroso. Agradecemos muito ao governador Flávio Dino por esta iniciativa que beneficia todos nós, ” falou Ivanilde.

No espaço tecnológico, os agricultores e visitantes observaram de perto algumas tecnologias simples e de baixo custo que podem ser adotadas para uma atividade agrícola mais sustentável e produtiva, como os alimentos biofortificados, inoculação de sementes de milho e feijão, roça agroecológica, o “sisteminha” e outras tecnologias. A novidade no espaço da 14ª  Agritec foi a demonstração de criação dos mariscos sururu e ostra.

O governador Flávio Dino, que participou da abertura do evento, ressaltou a importância da Agritec. “Queremos um Maranhão de justiça social. E para isso tem que ser um Maranhão com direito para todos, e é o que estamos construindo nesta Agritec”, enfatizou o governador Flávio Dino.

Foto 2 - Ivanilde Gomes comercializa produtos à base de abacaxi de TuriaçuO secretário da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, afirmou que as 14 edições já realizadas da Agritec “deixam um legado de muita esperança por meio de conhecimento, tecnologia, experiência, comercialização, acesso a crédito e terra. Esse é o governo que cuida das pessoas, de quem mais precisa”.

Para o presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), Júlio César Mendonça, “a última Agritec do ano é numa região que até então era totalmente carente de ações voltadas para a agricultura familiar. A presença do Estado se faz presente por meio do Sistema SAF e da Agerp, que em sua estratégia de atuação inaugurou um Escritório Local no município e ainda estamos disponibilizando um veículo para atender a demanda dos agricultores”.

A prefeita de Cururupu, Professora Rosinha, disse que os investimentos e entregas feitos na produção levarão “uma nova forma de trabalhar” para os agricultores e pescadores. Ela lembrou que “nosso município não é dos maiores portes, mas tem muita riqueza natural e potencial muito grande”.

Serviços

A Agritec da Baixada Ocidental foi fruto de parceria entre o Governo do Estado, Sebrae, Embrapa, Movimentos Sociais (Unicafes, Fetaema, MST, Aconeruq, Fetraf, Miqcb) e Prefeitura de Cururupu, uma demonstração de união em prol da agricultura familiar.

Nos três dias de evento, vários órgãos prestaram serviços, desde palestras à orientação para emissão de nota fiscal realizada pela Secretaria Estadual da Fazenda – Sefaz. Contribuíram na programação técnica da Agritec as Secretarias de Agricultura Familiar (SAF), Meio Ambiente (SEMA), Igualdade Social (Seir), Ciência Tecnologia e Inovação (Secti), Trabalho e Economia Solidária (Setres), Agerp e Aged.

Realizada desde 2015, a Agritec já foi sediada nos municípios de São Bento, Caxias, Açailândia, Bacabal, Chapadinha, Codó, Grajaú, Viana, Zé Doca, Paraibano, Barra do Corda, Santa Luzia e Itapecuru-Mirim.

Boletim Informativo 2

BI 02 ENVIO (3)

EXTENSIONISTAS RURAIS SÃO HOMENAGEADOS NA CÂMARA

184

divulgação

Extensionistas rurais de todo o País participaram de sessão solene em homenagem aos 69 anos da Extensão Rural do Brasil, nesta segunda-feira (04), no Plenário Ulisses Guimarães, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Requerida pelo presidente da Frente Parlamentar de Assistência Técnica e Extensão Rural, deputado federal Zé Silva (Solidariedade-MG), a sessão foi realizada em parceria com a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e homenageou profissionais da Ater de todas as unidades da Federação, com o prêmio ‘Extensionista Destaque 2017’.

Ao abrir a sessão, o deputado Zé Silva explicou que o objetivo é homenagear os extensionistas, resgatar a história e mostrar as conquistas e a situação atual do Extensão Rural no País. “A extensão rural é um serviço essencial para reduzir as desigualdades entre pessoas e as regiões brasileiras, e o Congresso Nacional tem papel fundamental para que esse serviço possa vencer seu maior desafio, que é a sustentabilidade financeira. O Governo Federal precisa mudar a forma e também ampliar os recursos aplicados para que a extensão rural deixe de ser dependente de convênios burocráticos”.

De acordo com o deputado, o trabalho que vem sendo realizado pela Anater é o melhor caminho para mudar o cenário da extensão rural no Brasil.

O presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim, destaca que neste primeiro ano de atuação efetiva, a Anater já está em todas as regiões do País. “Estamos trabalhando com dois projetos, o Piloto e o D. Helder Câmara, promovendo a qualificação dos profissionais de Ater e levando aos agricultores familiares uma assistência técnica diferenciada, com um viés mais comunitário. Acreditamos que com o serviço de extensão rural é possível vencer a desigualdade social e promover o desenvolvimento sustentável do País, por isso, nossa meta para 2018 é que pelo menos 400 mil famílias de agricultores possam receber assistência através dos projetos da Anater”, planeja.

Durante a solenidade, o presidente da Anater lançou a comenda ‘Mérito Ater’, com objetivo de homenagear os extensionistas brasileiros e suas entidades representativas, na mesma data em que se comemora o Dia Nacional do Extensionista Rural – dia 06 de dezembro. “A partir do próximo ano, faremos a seleção tomando como referência o resultado do trabalho dos extensionistas nos projetos realizados pela Anater em parceria com as entidades prestadoras de Ater de todo o País. Para o lançamento do “Mérito Ater”, hoje, homenagearemos algumas pessoas e entidades que contribuíram de forma determinante para que a Anater se tornasse realidade”, anunciou.

Receberam a comenda ‘Mérito Ater’ o presidente da Frente Parlamentar de Ater, deputado Zé Silva, o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural do DF, Argileu Martins e os extensionistas Gabriel Alves Maciel, de Pernambuco, e Marinalva Olívia Martins Soares, de Minas Gerais. Também foram homenageadas a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), a Federação Nacional dos Trabalhadores da Assistência Técnica e Extensão Rural e do Setor Público Agrícola do Brasil (Faser) e a Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer).

Comemorado em todo território nacional o Dia do Extensionista Rural, foi instituído pela lei nº 12.386, em 03 de março de 2011. Os profissionais que receberam a homenagem ‘Extensionistas destaque 2017’ foram indicados pelas instituições públicas prestadoras de Ater onde atuam, em seus respectivos Estados.

Confira a lista dos profissionais homenageados:

 

 

EMATER/AC NEUSA ANTÔNIA PAES
EMATER/AL TÂNIA MARIA BARBOSA VIEIRA COSTA
IDAM/AM EDA MARIA OLIVA SOUZA
RURAP/AP JOCK SAN SOUZA MINEIRO
EMATER/CE JOSÉ ELIACI PINHEIRO PEIXOTO
EMATER/DF MARCIO MEIRELLES MACHADO e MAXIMILIANDO TADEU MEMORIA CARDOSO
EMATER/GO ALEXANDRE RESENDE SANTIAGO
AGERP/MA EDINALDO GONÇALVES DA SILVA
EMATER/MG ÉVERTON AUGUSTO PAIVA FERREIRA
AGRAER/MS VALDECI SEBASTIÃO DA SILVA
EMPAER/MT LIDUINO JOÃO DE LIMA
EMATER/PA CELSO IRAN PUGET BOTELHO
IPA/PE SILVANA MARIA LEMOS
EMATER/PI MÁRCIA MENDES SANTOS ARAÚJO
EMATER/PR JOSÉ IDÍLIO MACHADO DOS SANTOS
EMATER/RJ CARLOS MARCONI DE SOUZA REZENDE
EMATER/RS ELISÂNGELA FROEHLICH
EMATER/RO LUCIANO BRANDÃO
EPAGRI/SC ROSE MARY GERBER
EMDAGRO/SE ELIZALDO MALTA DOS SANTOS
CATI/SP    ANTÔNIO LOPES JUNIOR
RURALTINS/TO    VILMA JOSÉ VAZ AGUIAR

 

 

Para baixar as fotos, cligue no link: http://bit.ly/2jcY3Rp

 

_________________

Jerúsia Arruda