Facebook Twitter Instagram

Agricultores familiares maranhenses recebem mais de 140 toneladas de sementes de arroz e milho do Governo do Maranhão

Após reuniões técnicas realizadas por membros do Governo do Estado em regiões estratégicas do Maranhão, as entregas de sementes por meio dos 19 Escritórios Regionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão – Agerp, acontecem nas comunidades e povoados mais longínquos dos centros das cidades maranhenses.

A ação faz parte do programa Mais Sementes e Mudas, da Secretaria de Agricultura Pecuária e Pesca (Sagrima), que em parceria com a Agerp tem garantido sementes de qualidade para os agricultores familiares do estado divididos em 200 instituições vinculadas, entre secretarias municipais de agricultura, sindicatos e associações rurais. Ao todo, são mais de 100 toneladas de sementes de milho e cerca de 40 toneladas de sementes de arroz entregues para trabalhadores rurais em todo o Maranhão.

As entregas ficaram assim:

Açailândia: 13.000 toneladas de milho e 4.000 de arroz
Barra do Corda: 5.000 toneladas de milho e 3.000 de arroz
Caxias: 9.000 toneladas de milho e 2.000 de arroz
Chapadinha: 15.500 toneladas de milho e 4.000 de arroz
Codó: 6.000 toneladas de milho e 2.000 de arroz
Imperatriz: 10.000 toneladas de milho e 1.000 de arroz
Itapecuru-Mirim: 1.500 toneladas de milho e 4.000 de arroz
Pedreiras: 6.000 toneladas de milho e 2.000 de arroz
Presidente Dutra: 8.000 toneladas de milho e 3.750 de arroz
Rosário: 6.000 toneladas de milho e 1.500 de arroz
Santa Inês: 3.500 toneladas de milho e 4.000 de arroz
São João dos Patos: 7.500 toneladas de milho e 3.000 de arroz
Timon: 3.000 toneladas de milho e 1.500 de arroz
Viana: 4.000 toneladas de milho e 2.500 de arroz
Zé Doca: 3.000 toneladas de milho e 1.400 de arroz

A presidenta da Agerp, Loroana Santana, observa que este novo formato do programa, que agora também entrega mudas de plantas, vai beneficiar ainda mais os agricultores familiares, uma vez que, através do novo modelo, as entregas e as sementes serão monitoradas em sua totalidade.

“Estamos dialogando com a população através destes eventos de reuniões técnicas. Estimulando o agricultor a produzir mais e com qualidade melhor, monitorando cada semente que será entregue pelas regionais da Agerp nas comunidades e povoados onde nós já trabalhamos ao lado da agricultora e do agricultor familiar”, afirma.

Para o agricultor familiar, Raimundo Guajajara, da aldeia Januária, da cidade de Bom Jardim, a entrega auxilia na sua produção.

“Hoje a gente fornece alimentos para programas como PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), então para a gente é muito importante esta entrega, porque a gente pode produzir mais agora”, conclui.

Para o gestor do Escritório Regional da Agerp de Santa Inês, Jefferson Fernandes, as entregas estão mudando a vida dos produtores rurais.

“São ações como estas do Governo do Estado que efetivamente mudam para melhor a vida de quem trabalha no campo. São áreas realmente importantes para os agricultores familiares que atendemos”, finaliza.

Estão sendo realizados ainda cadastros para entrega de sementes de feijão.