Facebook Twitter Instagram

Agricultores familiares indígenas e não indígenas comercializam produção para o PAA em Itaipava do Grajaú

WhatsApp Image 2020-07-24 at 17.26.07
Na último dia 24, em Itaipava do Grajaú, aconteceu a comercialização de produtos da agricultura familiar por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O programa beneficia diretamente agricultores familiares indígenas e não indígenas, que recebem assistência técnica dos extensionistas do Plano Mais IDH, Ivan Costa e Celso Gonçalves que realizam serviços pela Regional da Agerp de Barra do Corda.

Os produtos comercializados foram: Banana, feijão, limão, raiz de mandioca, coentro e abobora. Todos os alimentos foram doados para a população em situação de vulnerabilidade social e alimentar no município por meio do CRAS da cidade.

Agricultores familiares indígenas que recebem ATER do Plano Mais IDH são da etnia Krepumkateyê, popularmente conhecida como Timbira, são da terra indígena Geralda Toco Preto, das Aldeias Sibirino e Bonita. Além deles, agricultores familiares não indígenas, dos povoados Pau Ferrado, Jatobá, Buritirana, Meio Ambiente e da zona periurbana do município também comercializam regularmente para o Programa.

Comprando de quem produz, doando para quem mais precisa! O PAA é executado pelo Governo do Maranhão, através da parceria entre Plano Mais IDH/Agerp, Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Prefeitura de Itaipava do Grajaú.

Governo do Maranhão dialoga com o Incra sobre acordos de cooperação técnica em assentamentos estaduais e federais

photo4976545724061821185 (1)

Na manhã desta quarta-feira (29), uma comitiva do Sistema de Apoio à Agricultura Familiar (Sistema SAF) do Governo do Maranhão esteve na Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Estiveram presentes na reunião o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça; a presidenta da Agerp, Loroana Santana; e o presidente do Iterma, Júnior Verde, além de equipe técnica; assim como o superintendente do Incra, Orlando Antônio Bertrand Júnior, e o substituto, Rui Alcides dos Santos.

Em pauta esteve a realização de acordos de cooperação técnica entre as entidades estaduais e o órgão federal, que permitam a execução de programas em assentamentos federais e estaduais, e também a prestação de assistência técnica e emissão de Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAPs), documento que permite acesso a crédito e também a mercados institucionais.

O Sistema SAF é formado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), pela Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e pelo Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

Vacinação contra Influenza A na Agerp

WhatsApp Image 2020-07-28 at 13.42.27Esta semana já iniciou com uma ótima ação na Agerp. A iniciativa de vacinação de servidores na sede da Agência Estadual contra Influenza A, Caxumba, Rubéola e Sarampo contou com a parceria da agência com a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (SEMUS). Mais de 70 servidores foram vacinados contra Influenza A, Caxumba, Rubéola e Sarampo.

Agricultor familiar de Água Doce melhora produção com apoio do Mais IDH

24699_whatsapp_image_2020_07_24_at_14.30.11_5907706219576237037
A 371km de distância de São Luís, no município de Água Doce do Maranhão, a vida de centenas de famílias de agricultores e agricultoras familiares vêm melhorando ao longo dos anos com o apoio do Plano Mais IDH – eixo produtivo, executado pelo Sistema da Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma).

O agricultor Joaquim Ronaldo é um exemplo dessas mudanças. Nascido e criado no povoado Angico Branco, filho de pais lavradores, a agricultura familiar é o sustento para criar os dois filhos.

A melhora da vida no campo dee sua família começou a ser traçada em 2016, quando uma equipe de técnicos chegou ao município e descobriu que seguindo uma estrada de areia vivia um agricultor batalhador e sonhador. Em uma área de 2 hectares, cultivando de tudo um pouco, Joaquim passou a melhorar aquilo que já tinha. Banana, mamão, macaxeira, feijão, milho, hortaliças são alguns dos produtos cultivados por ele, que este ano, começou a criar suínos.

“Tudo começou quando os técnicos chegaram. Antes, eu não tinha para quem vender em grande quantidade, vendia aos poucos por aqui mesmo. A equipe do Mais IDH me auxiliou, orientou e passei a produzir utilizando as técnicas que eles ensinavam. O apoio técnico foi fundamental,” disse Joaquim.

Com a orientação técnica, Joaquim já participa de programas de compras governamentais, como o Programa de Compras da Agricultura Familiar (PAA), que visa a compra de alimentos dos agricultores e os produtos doados para pessoas em situação de vulnerabilidade social dos municípios. Desde 2018 foi inserido no programa que vem auxiliando na geração de renda da família.

“O PAA veio somar na nossa renda. É um programa muito bom que ajuda a incentivar a agricultura familiar, pois eu produzo e sei para quem vou vender e, ainda, ajudar a alimentar pessoas que precisam,” contou.

Este sábado (25) é o Dia do Agricultor Familiar, uma data para celebrar e agradecer aos trabalhadores do campo por colocarem comida na mesa dos brasileiros. Seu Joaquim é um destes agricultores que sustentam a alimentação da população. Para ele, ser agricultor familiar representa tudo na vida.

“A agricultura familiar para mim é tudo. O nome já diz, é um serviço envolvendo toda a família e não tem coisa melhor do que trabalhar com o que gosta ao lado das pessoas que você ama. Ganhamos juntos o pão de cada dia. Aos companheiros de luta da agricultura familiar, neste nosso dia, a minha mensagem é que vocês nunca desistam de lutar. Se você tem vontade de vencer, você consegue,” frisou Joaquim.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, afirmou que a agricultura familiar é um importante pilar para a economia do Estado.

“Nós somos orientados pelo governador Flávio Dino a apoiar essa atividade e dar condições para que o agricultor possa produzir e comercializar. Nós ajudamos essas famílias com fomento, assistência técnica e ajudando a serem inseridas nos canais de comercialização”, pontuou.

Plano Mais IDH

O Plano Mais IDH é um programa criado pelo Governo do Estado com o objetivo de promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural nos municípios de menores índices de desenvolvimento humano. No eixo da agricultura familiar, o Plano Mais IDH realiza acompanhamento técnico para aproximadamente 9 mil agricultores familiares em 30 municípios.

Agerp realiza capacitações online para técnicos

Capa capa capa

Por causa do distanciamento social, Agerp realiza Capacitações à distância para técnicos

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), que possui 19 escritórios regionais organizados no Maranhão, inovou na maneira de realizar capacitações para os seus técnicos de campo que trabalham junto a agricultora e ao agricultor familiar do estado.

A inovação foi impulsionada pela necessidade de atualizar e capacitar os técnicos da agência que neste período de pandemia devem respeitar medidas sanitárias de distanciamento social e aguardam o reinício das atividades de campo. Enquanto eles estão em casa, a Diretoria de Assistência Técnica e Extensão Rural da Agerp (DATER), por meio da Coordenadoria de Formação e Capacitação da Agência pensou atividades envolventes que estão sendo levadas para o canal oficial da Agerp no Youtube, utilizando a plataforma de vídeos para veicular conteúdo por meio de streaming.

Seminários, palestras e discussões voltadas exclusivamente para o trabalho dos técnicos em campo podem ser acessados pelos colaboradores publicamente ou de maneira exclusiva (privada) por meio de vídeos “não listados” não estando disponíveis no catálogo do Youtube. A ação envolve coordenadores, diretores e os agentes de campo demonstrando a capacidade que a Agência Estadual tem de adequar-se ao atual momento, sem perder de vista a responsabilidade de avaliar aquilo que os técnicos estão assimilando por meio das atividades avaliativas que são passadas para os trabalhadores da agência no mesmo dia em que vão ao ar os vídeos ao vivo.

São mais de 300 técnicos interagindo online, sempre emitindo comentários e tirando dúvidas atuais com os palestrantes. Um marco histórico de verdadeiro sucesso e avanço para o retorno do trabalho no campo.

Neste primeiro momento, as Capacitações Online foram divididas em seis módulos e fazem parte do Curso de Atualização em Ater Pública. Ao final do curso, cada técnico receberá um certificado digital.

Agerp lança protocolo de prevenção à Covid-19

Atendimento no Campo Screen retirada do protocolo

Documento busca garantir a segurança sanitária para equipe técnica e agricultores familiares

Nesta semana, a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp) lançou Protocolo de Combate à covid-19. O documento apresenta material didático com textos e figuras que contribuem para o bom entendimento da mensagem de prevenção e combate ao coronavírus.

Além do Protocolo, a Agerp sede também enviou termômetros, totens para uso de álcool em gel e máscaras personalizadas para cuidar da saúde de todos em seus 19 escritórios regionais.

O documento pode ser baixado gratuitamente no link abaixo:

PROTOCOLO SEGURANÇA AGERP CONTRA A COVID-19