Facebook Twitter Instagram

Agerp realiza oficina em Açailândia

O escritório regional da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão, Agerp – órgão da Secretaria de Desenvolvimento Agrícola, Sedes -, realizou nos dias 28 e 29 de maio no município de Açailândia, Oficina de Planejamento, com a participação de técnicos e agrônomos que atuam na região de Carajás.

Oficina_CarajsO escritório regional da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão, Agerp – órgão da Secretaria de Desenvolvimento Agrícola, Sedes -, realizou nos dias 28 e 29 de maio no município de Açailândia, Oficina de Planejamento, com a participação de técnicos e agrônomos que atuam na região de Carajás.

 

Sob a supervisão do engenheiro agrônomo Rogério Salles (Agerp – São Luís), a oficina contou, além da participação de profissionais que atuam na regional de Açailândia -, com a presença de representantes de Pedreiras e de Pinheiro e teve como principal objetivo a realização de planejamento estratégico destinado ao estabelecimento de metas a serem cumpridas, numa perspectiva de melhoria e desenvolvimento das ações e atividades da Agerp por meio da Divisão da Regional em Pólos, com seus respectivos coordenadores.

 

Oficina_de__Carajs_tcnicaA Oficina trouxe aos componentes da equipe técnica de Carajás, motivação e estímulo aos participantes,que a partir de agora, passa a seguir metas do que ficou planejado, sendo executado e cumprido dentro de um prazo pré-estabelecido de seis meses pela Diretoria.

 

Segundo Karla Daniele, gestora da regional de Açailândia com o incentivo do curso e as novas técnicas disponibilizadas será bem fácil desempenharmos o papel junto ao agricultor familiar, haja vista a equipe estar apta a novos desafios e com isso, chegar ao sucesso nas empreitada diárias.

Mesa técnica em Codó discute edital

Diversas pessoas compreendendo representantes dos agricultores rurais, quebradeiras de coco, pescadores, ribeirinhos e de entidades sociais, participaram no último dia 16, no auditório da Escola Remy Archer (Codó).

 

Mesa_tcnica_-_Codo_I

 

Diversas pessoas compreendendo representantes dos agricultores rurais, quebradeiras de coco, pescadores, ribeirinhos e de entidades sociais, participaram no último dia 16, no auditório da Escola Remy Archer (Codó), de reunião para discutir o edital nº 01/2012, que trata da seleção pública de projetos produtivos da Agricultura Familiar e de empreendimentos econômicos e solidários do Estado. O evento foi realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes).

Agerp no Encontro de Técnicos Agrícolas

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão da Secretaria de Estado e Desenvolvimento Rural (Sedes), participa no período de 6 a 10 de junho, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, do 28º Encontro Nacional de Técnicos Agrícolas. 

PANFLETO_FRENTE_editadoA Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão da Secretaria de Estado e Desenvolvimento Rural (Sedes), participa no período de 6 a 10 de junho, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, do 28º Encontro Nacional de Técnicos Agrícolas.

 

O  evento é realizado pelo Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Maranhão (Sintag-MA) e pela Federação Nacional dos Técnicos Agrícolas (Fenata), com apoio da Agerp na divulgação do evento e na  mobilização dos profissionais da área que atendem ao agricultor familiar nas variadas regionais da Agência, em todo o Estado.

 

O Congresso é voltado a técnicos agrícolas com habilitação em agropecuária, agricultura, agronegócio, pecuária, pesca, agrimensura e afins. Além  disso, o Congresso oportuniza a participação de  alunos das Escolas Agrícolas dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

 

Para o diretor-presidente da Agerp, Jorge Fortes, essa será uma oportunidade do técnico agrícola interagir com os colegas das variadas regiões do país, ao tempo que servirá como fortes_em_agenda_combate_pobrezaum elo de ligação à esse profissional -, entre as grandes entidades de classe e movimentos que buscam melhoria da qualidade de trabalho por meio de políticas para o setor e a consequente aplicação desse aprendizado no atendimento ao agricultor familiar, público assistido por esse profissional.

 

“Entendemos ser essencial que debates e palestras com temas relevantes sob a ótica de profissionais de destaque nacional, sirvam para dirimir dúvidas e fortalecer o trabalho ora desenvolvido pelos técnicos no Estado e de todo o país, que certamente se reunirão neste seminário, que  ocorrerá nos próximos dias, tendo em vista o fortalecimento da produção rural, hoje, um dos focos principais da política nacional”, ressaltou Fortes.

 

De acordo com o presidente da Sintag-MA, Wennder Robert Rocha, o apoio da Agerp é de fundamental importância, haja vista ser o órgão estadual  um dos principais fomentadores das políticas agrícolas do Estado. Ele afirma ser a Agência uma das principais parceiras das iniciativas que visam a melhoria da qualidade do atendimento da categoria no Maranhão.

 

Com relação à realização do congresso no Maranhão, Rocha acredita ter como motivação, a organização do sindicado estadual. Decisivo ainda, segundo ele,  os grandes atrativos turísticos como a arquitetura, cultura popular e lençóis, que põe em destaque por meio da mídia nacional e até internacional, o Estado do Maranhão.

 

Nordeste

 

Pela primeira vez no Nordeste, a reunião objetiva buscar mecanismos que possam fortalecer a categoria e o piso salarial dos profissionais, evitar privilégios de uma categoria em FOTOS_AGERP_2011_DIA_CAMPO_095detrimento de outra, atender as necessidades de cada localidade, além de decidir outras abordagens por meio de grupos de discussões durante o evento.

 

Na programação destacam-se palestras cujos temas relacionam-se  ao movimento sindical brasileiro, ao empreendedorismo e aos técnicos agrícolas, à assistência técnica para a agricultura familiar e outros, pertinentes á categoria. Fará a abertura do evento, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Dep. Mendes Ribeiro Filho, que ministrará palestra com o tema: A perspectiva da pecuária brasileira.

Equipe da Agerp participa da Agrifal 2012 em Belém

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), se fez presente na Agrifal 2012 (Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal), realizada no período de 25 a 27 ( de sexta a domingo), no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém (PA) -, pela Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) daquele estado.

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), se fez presente na Agrifal 2012 (Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal), realizada no período de 25 a 27 ( de sexta a domingo), no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém (PA) -, pela Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) daquele estado.

 

 

No local, a Agência manteve estande composto por fotos da agricultura familiar produzida no Maranhão, bem como imagens de pontos turísticos que retratam as belezas e riquezas naturais do Estado. Além disso, a Agerp, na oportunidade revelou ao público presente as políticas de assistência técnica aplicadas no território maranhense, por meio de material institucional (folders, cartilhas, banners), apresentação da Agência juntamente com palestras sobre assuntos específicos da agricultura familiar do Maranhão.

 

Representando a Sedes/Agerp, na Agrifal estavam Karissa Erre, engenheira agrônoma do Programa Garantia Safra, Angela Santos, coordenadora da Gestão da Informação Rural e a Diretora de Assistência Técnica, Thelma Aragão. Além do Maranhão, participaram da Agrifal, os estados da Amazônia, Pará e o país vizinho, Suriname, que na ocasião foi representado pelo embaixador no Brasil, Marlon Mohamed-Hoesein.

 

“Uma experiência bastante positiva”, disse Karissa, ressaltando o objetivo principal da Agrifal nesses três dias nos quais apresentou as políticas de agricultura familiar dos estados que compõem a Amazônia Legal. “Um espaço de interação com informações sobre a organização e produção do órgão a que estamos vinculadas”, destacou Karissa, ressaltando que além de apresentar as experiências, a Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal, serviu ainda para expor os produtos comercializados diretamente pelos produtores.

 

Também na programação, os visitantes puderam conferir resultados de pesquisas, incremento da técnica de cultivar diversas variedades próprias do solo da Amazônia Legal, apresentações culturais, e inúmeras outras atividades e ações programadas para o evento.

Políticas públicas

A Agrifal teve como principal objetivo, divulgar e valorizar, no contexto da Amazônia, o trabalho dos pequenos produtores rurais (tradicionais, pescadores, quilombolas, indígenas e artesãos), responsáveis pelo abastecimento em mais de 70% da mesa e indústria brasileiras, de acordo com dados do MDA, e o amparo governamental que vem estruturando e ajudando a desenvolver o setor.

 

Na oportunidade foram demonstradas as políticas públicas vigentes, as tecnologias disponíveis e os avançados alcançados e visados. Além disso, foram também lançadas publicações científicas da Emater, como um livro bilíngüe sobre metodologias e 11 cartilhas sobre culturas específicas (açaí e cacau, por exemplo).

 

Palestras, cursos e oficinas ofereceram aperfeiçoamento a profissionais especializados – desde as merendeiras, que puderam aprender a manipular melhor matérias-primas da agricultura familiar, até engenheiros agrônomos, que discutiram a realidade do biocombustível.

Aviso de Licitação

Aviso de Licitação – Pregão Presencial N° 003/2012-CSL/Agerp. A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – Agerp/MA, mediante Pregoeira designada, realizará às 15h do dia 11 de junho de 2012, no auditório da Agerp/MA situado à rua Granja Barreto, s/n, Outeiro da Cruz, Viaduto de Café, nesta Capital, licitação na modalidade Pregão Presencial,

 

 

AVISO DE LICITAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL N° 003/2012-CSL/Agerp. A AGÊNCIA ESTADUAL DE PESQUISA AGROPECUÁRIA E EXTENSÃO RURAL – Agerp/MA, mediante Pregoeira designada, realizará às 15h do dia 11 de junho de 2012, no auditório da Agerp/MA situado à rua Granja Barreto, s/n, Outeiro da Cruz, Viaduto de Café, nesta Capital, licitação na modalidade Pregão Presencial

 

visando a aquisição e instalação de materiais permanentes (mobiliários) para a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Estado do Maranhão e seus 18 (dezoito) escritórios regionais, conforme especificações constantes do Termo de Referência – Anexo I do Edital, nos termos da Lei nº 10.520/02, regulamentada pelo Decreto Estadual nº 24.629/2008 aplicando-se, subsidiariamente, a Lei nº 8.666/93 e suas alterações e demais legislações pertinentes. O Edital e os anexos da presente licitação poderão ser obtidos ou consultados, gratuitamente, na sede da Agerp/MA, no endereço acima referido, no horário das 14h às 18h. INFORMAÇÕES: pelo telefone (98) 3249-9877 – ramal 212 ou pelo e-mail csl@agerp.ma.gov.br. São Luís (MA), 25 de maio de 2012.

 

 

ANA NÍSIA VERAS CUTRIM FERREIRA LIMA
Pregoeira Oficial da Agerp/MA.

Agerp apresenta produtos na Agrobalsas

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), participa da 10ª edição do Agrobalsas, feira de agronegócios realizada no município de Balsas, no Sul do Maranhão. O evento teve início na terça-feira, (22) e se estende até este domingo (27).

Estande_agrobalsas

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão – Agerp, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar – Sedes, participa da 10ª edição da Agrobalsas, feira de agronegócios realizada no município de Balsas, no sul do Maranhão, que teve início nesta terça-feira, (22) e se estenderá até o próximo domingo (27).

 

O Agrobalsas 2012 é uma realização da Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor Norte (FAPCN), com apoio do Ministério da Agricultura, Governo Federal, Governo do Estado, Prefeitura local e demais parceiros, e prevê a movimentação de mais de R$ 100 milhões em negócios, segundo os organizadores. A iniciativa é realizada no campo experimental da Fazenda Sol Nascente, zona rural de Balsas, a 758 km de São Luís.

 

Estande_I_Agrobalsas

Este ano, a Agerp decidiu transferir a sua sede regional de Balsas para o local da feira, para melhor atender o público alvo da agência, que são os agricultores familiares, divulgar projetos da agência e produtos da agricultura familiar.

 

 

Para o secretário Fernando Fialho, por ser o maior evento de agronegócios do Maranhão, o Agrobalsas é uma grande vitrine para que o Governo do Estado apresente ações e projetos de assistência técnica e extensão rural que vêm sendo desenvolvidos como parte das políticas públicas de redução da pobreza extrema para a ampliação da produção e da renda na agricultura familiar, com a expansão dos investimentos e das parcerias com o Governo Federal e Prefeituras.

 

Estão presentes ao Agrobalsas, o diretor-presidente da Agerp, Jorge Fortes; o diretor de Pesquisa, Wellington Mato; e a equipe técnica do escritório da agência em Balsas, coordenada por Pedro Ludovico Sarmento.

 

“Ficamos satisfeitos em participar deste grande investimento que tem como finalidade gerar renda, conhecimento e troca de experiências a todos os participantes, e em especial, aos agricultores familiares, que estão recebendo durante toda a semana, informações por meio de palestras focadas na agricultura familiar”, destacou, Fortes.

 

De acordo com Pedro Ludovico Sarmento, ao contrário dos anos anteriores, a Agerp este ano está com um estande exclusivo na exposição, com produtos oriundos da agricultura familiar dos municípios da região, como sementes, plantadeiras, adubadeiras, pulverizadores para adubos, entre outros itens utilizados no dia-a-dia da produção agrícola.
Além de ferramentas para o plantio, a Agerp disponibiliza para os agricultores familiares que visitam a mostra de agronegócios, informações por meio de vídeos com orientações sobre a agricultura familiar e kit de irrigação. Também no estande da Agerp, o produtor pode encontrar folderes institucionais e cartilhas.

Mais_da_agrobalsas_2

 

 

 

Diversas palestras também estão sendo ministradas para os agricultores familiares no Agrobalsas, as quais tratam sobre a assistência técnica e extensão rural, emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e emissão de laudo técnico (Seaf/Ater). Cerca de mil pessoas se inscreveram para participar das conferências, que têm como palestrantes técnicos da Agerp e da Sedes.

 

Experiências compartilhadas

 

Com o tema “Agricultura Inteligente”, o Agrobalsas mostra este ano o sucesso de experiências realizadas em propriedades rurais no Maranhão, envolvendo a integração lavoura-pecuária com florestas e o plantio direto e uso da biotecnologia, sistemas que garantem sustentabilidade da produção. O público também vai poder conferir as últimas novidades em produtos e serviços nos 70 estandes montados na feira.

 

A estimativa é de um público de mais de 15 mil pessoas. Constam da programação, rodadas de negócios, minicursos, exposição de vitrines tecnológicas das principais culturas e visitas técnicas. Os principais temas que estão sendo apresentados e discutidos no Agrobalsas 2012 são Sistema Plantio Direto nos Cerrados Nordestinos, Integração Lavoura, Pecuária e Floresta, Fixação Biológica do Nitrogênio, Biotecnologia e Culturas Alternativas e Alimentos Funcionais.

Edital de convocação de audiência pública

O presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão – Agerp/MA, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento ao que dispõe o artigo nº 69, inciso V, alínea “i” e parágrafo 3º, alíneas “a”,”b” e “c”, da Lei Estadual nº 9.

579, de 12 de abril de 2012, faz saber a quem possa interessar que fará AUDIÊNCIA PÚBLICA para a apresentação e debate público do Termo de Referência para a contratação por dispensa de licitação do Instituto de Agronegócios do Maranhão – INAGRO, no seguinte local, data e horário:

Local: Auditório da Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar – Sedes, localizado na Rua do Giz, nº 249 – Praia Grande – Centro, São Luis – MA.

Data: 30 de maio de 2012.
Horário: 15:30h.

 

São Luis, 23 de maio de 2012.
Jorge Luiz de Oliveira Fortes
Presidente da Agerp/MA.

Secretário Fernando Fialho participa de encontro com BID e BNB

O secretário Fernando Fialho, representando a governadora Roseana Sarney, participou da reunião dos governadores do Nordeste, em Fortaleza. Durante o encontro foram debatidas propostas  de investimentos para a região.

O secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, representando a governadora Roseana Sarney, participou de reunião dos governadores do Nordeste, na tarde desta sexta-feira (18), com os presidentes do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, e do Banco do Nordeste (BNB), Jurandir Santiago. Dentro da agenda “Nordeste do Brasil: Oportunidades & Negócios”, eles discutiram propostas de investimentos para a região. O encontro aconteceu no Palácio da Abolição, em Fortaleza (CE).
  
“Essa reunião é importante para os estados do Nordeste porque reforça a vontade comum de desenvolver a região por meio de projetos estruturantes, sustentáveis e que melhorem a vida da população”, destacou Fernando Fialho, que viajou acompanhado dos secretários Maurício Macedo (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e Cláudio Azevedo (Agricultura, Pecuária e Pesca).
Presentes à reunião os governadores Cid Gomes (do Ceará), Teotônio Vilela Filho (Alagoas), Jacques Wagner (Bahia), Ricardo Coutinho (Paraíba), Eduardo Campos (Pernambuco), Wilson Nunes (Piauí), Rosalba Ciarlini Rosado (Rio Grande do Norte) e Marcelo Déda (Sergipe).
  
Na ocasião, o Banco do Nordeste apresentou o Programa de Desenvolvimento Produtivo (Prodepro), voltado para mitigar gargalos de infraestrutura econômica, ampliar a atração de investimentos, e aumentar as exportações. O programa é desenvolvido em parceria com o BID, e prevê recursos da ordem de US$ 1,2 bilhão, a serem repassados para os estados.
  
Diante de problemas comuns aos estados, como a falta de infraestrutura asfáltica e a deficiência no abastecimento de água, foi proposta a integração dos estados por meio de projetos comuns. O objetivo é garantir celeridade às ações e projetos.
Fernando Fialho destacou que propostas que incrementem a malha viária e resolvam a questão hídrica são essenciais para o Maranhão. “Esses recursos podem ser usados em projetos que facilitem a integração econômica do Maranhão e também o eixo para o escoamento da produção agrícola e industrial do estado”, declarou Fernando Fialho.
  
De acordo com Jurandir Santiago, o Prodepro Nordeste será de grande importância no financiamento das infraestruturas produtivas, como a implantação das Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs) e as empresas que nelas se instalarem. O Programa também financiará a preparação da modelagem de projetos para Concessão, Parcerias Público-Privadas (PPPs) ou mesmo os projetos básicos e executivos das obras públicas.

 

Texto: Vânia Rodrigues (Sedes) / Secom

Agerp apresenta produtos da agricultura familiar na 13ª Exposertão

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), órgão ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), está participando da 13ª Exposertão, evento aberto nesta quinta-feira (17), no Parque de Exposição Antônio Reinaldo Porto, em São João dos Patos.

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – Agerp, órgão ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar – Sedes -, está presente na 13ª Exposertão, iniciada nesta quinta-feira, (17), à tarde, no Parque de Exposição Antônio Reinaldo Porto em São João dos Patos, a 540 km de São Luis.

 

De acordo com o gestor da regional de São João dos Patos, Ivo Marques Bezerra, a Agerp participa da Exposertão com um estande onde podem ser encontrados produtos da agricultura familiar da região, como milho, arroz, feijão, tapioca e variedades de cana de açúcar. Além desses produtos, os visitantes poderão ter acesso a sementes de feijão.
 

No estande da Agerp estão disponíveis informações voltadas para a agricultura familiar, por meio de folders, cartilhas e livros, distribuídos gratuitamente. Também estão sendo disponibilizados vídeos e CD´s com informações diversas, como também atendimento personalizado sobre crédito rural e demais programas desenvolvidos pela Agerp.

 
“A feira agropecuária tem a característica de promover o agronegócio da região, mas também de divulgar os órgãos que integram a sua realização, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos produtores regionais, ao tempo que gera renda aos participantes. Entretanto, a Exposertão tem ainda o propósito de impulsionar a venda de animais e a integração entre os criadores”, ressaltou Ivo Marques.
 


Evento agropecuário

A Exposertão é considerada o maior evento de agropecuária do médio sertão maranhense, destacando as potencialidades do município e a importância do agronegócio no desenvolvimento autossustentável que envolve a agricultura da região, além de se consolidar por meio de cursos e palestras a integração dos produtores. A feira tem por objetivo estimular o melhoramento genético, propiciando o intercâmbio comercial, inclusive com leilões de animais puros e melhorados.

 
Representantes governamentais, autoridades políticas locais e regionais, criadores, investidores, empresariado e demais moradores da região, se farão presente durante os quatro dias de exposição. Na ocasião, será possível acompanhar leilão de gado (bovinos melhorados), danças folclóricas regionais, apresentação de bandas, comidas típicas e concurso de gado leiteiro.
 

O ponto alto da exposição é a mostra de gado holandês, reprodutores nelore, caprinos e bovinos, além de lançamentos de máquinas agrícolas. Destaque também na Exposertão para a participação do empresariado do ramo automobilístico.
  

Participam da exposição agropecuária, criadores e investidores dos estados do Piauí, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Maranhão, com movimentação prevista de cerca de 20 mil pessoas durante os quatro dias da Feira.

  
 

 

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4

Agerp apresenta produtos da agricultura familiar na 13ª Exposertão

 

 

Leocândida Rocha (Agerp)

 

 

A Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), órgão ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), está participando da 13ª Exposertão, evento aberto nesta quinta-feira (17), no Parque de Exposição Antônio Reinaldo Porto, em São João dos Patos.

De acordo com o gestor da regional de São João dos Patos, Ivo Marques Bezerra, a Agerp participa da Exposertão com um estande onde podem ser encontrados produtos da agricultura familiar da região, como milho, arroz, feijão, tapioca e variedades de cana de açúcar. Além desses produtos, os visitantes poderão ter acesso a sementes de feijão.

No estande da Agerp estão disponíveis informações voltadas para a agricultura familiar, por meio de folders, cartilhas e livros, distribuídos gratuitamente. Também estão sendo disponibilizados vídeos e CD´s com informações diversas, como também atendimento personalizado sobre crédito rural e demais programas desenvolvidos pela Agerp.

“A feira agropecuária tem a característica de promover o agronegócio da região, mas também de divulgar os órgãos que integram a sua realização, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos produtores regionais, ao tempo que gera renda aos participantes. Entretanto, a Exposertão tem ainda o propósito de impulsionar a venda de animais e a integração entre os criadores”, ressaltou Ivo Marques.

Evento agropecuário 

A Exposertão é considerada o maior evento de agropecuária do médio sertão maranhense, destacando as potencialidades do município e a importância do agronegócio no desenvolvimento autossustentável que envolve a agricultura da região, além de se consolidar por meio de cursos e palestras a integração dos produtores. A feira tem por objetivo estimular o melhoramento genético, propiciando o intercâmbio comercial, inclusive com leilões de animais puros e melhorados.

Representantes governamentais, autoridades políticas locais e regionais, criadores, investidores, empresariado e demais moradores da região, se farão presente durante os quatro dias de exposição. Na ocasião, será possível acompanhar leilão de gado (bovinos melhorados), danças folclóricas regionais, apresentação de bandas, comidas típicas e concurso de gado leiteiro.

O ponto alto da exposição é a mostra de gado holandês, reprodutores nelore, caprinos e bovinos, além de lançamentos de máquinas agrícolas. Destaque também na Exposertão para a participação do empresariado do ramo automobilístico.

Participam da exposição agropecuária, criadores e investidores dos estados do Piauí, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Maranhão, com movimentação prevista de cerca de 20 mil pessoas durante os quatro dias da Feira.

Encontro entre Secretário Fernando Fialho, MDS e MDA

Secretrio_Fernando_e_MDS
Expor as ações do Programa de Combate à Pobreza Extrema no Maranhão e estreitar parceiras com o Governo Federal foi a pauta da reunião de trabalho do secretário de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, em Brasília, com representantes da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Secretrio_Fernando_e_MDS
Aos representantes do Governo Federal, Fernando Fialho explicou o empenho e a determinação política da governadora Roseana Sarney (PMDB), no combate a pobreza extrema no estado ao criar a Sedes e assegurar recursos de R$ 500 milhões do Tesouro Estadual para essa ação.Na reunião com o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Ricardo Paes de Barros, o gestor da Sedes apresentou a medida provisória e o decreto assinados pela governadora Roseana Sarney criando a Sedes, além da instalação do programa de assistência técnica, permanente destinado a agricultura familiar e economia solidária.

 

A importância do trabalho articulado entre o Governo do Estado e a o União foi a tônica da conversa de Fialho com o secretário de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Laudemir André Muller. “Ainda neste semestre, levaremos técnicos da Sedes até Brasília para maior integração com servidores do Ministério que trabalham com os programas nacionais”, adiantou.

 

Com Tiago Falcão, secretário Nacional de Combate à Fome, do MDS, o gestor da Sedes explicou a estrutura da secretaria com a formação de equipes especializadas, dos projetos em andamento (oriundos da extinta Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário – Sedagro) – e em elaboração, voltadas para a política agrária, seleção de municípios pilotos, cujos prefeitos se comprometerem a implantarem as ações do Programa de Combate à Pobreza no Maranhão.

 

Tiago Falcão convidou Fialho para participar do Encontro Nacional de Secretários Estaduais engajados no combate a erradicação da pobreza extrema que ocorrerá, em junho, no Rio de Janeiro, para falar sobre o trabalho desenvolvido no Maranhão.

 

Outra reunião de Fernando Fialho foi com a secretária adjunta de Avaliação e Gestão da Informação (SAGI), do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Paula Fialho_e_MDSMontagner. “Ao saber das propostas da Sedes, Paula Montagner explicou como funciona a SAGI e disponibilizou materiais publicados de sua pasta para o Maranhão”,relatou o secretário.Na avaliação de Fialho, os encontros de trabalho foram bastante proveitosos à medida que propiciou o intercâmbio e troca de experiências entre técnicos da Sedes e da União, além da apresentação do Programa de Combate à Pobreza do Maranhão à secretários estaduais, em evento especifico, no Rio de Janeiro, assim como, a disponibilização de material publicado pelo Governo Federal ao Maranhão.