Facebook Twitter Instagram

Governo e Ministério da Integração realizam oficinas do Programa ‘Rotas do Cordeiro’ em Chapadinha

O Sistema SAF representou o Governo do Estado durante a passagem, pelo Maranhão, da eIMG_20170322_094005quipe do programa ‘Rota do Cordeiro’, do Governo Federal. Na quarta (22) e quinta-feira (23), agricultores familiares, produtores e técnicos receberam a equipe, no município de Chapadinha, para a realização de capacitações e oficinas de discussão de práticas de produção, traçar um diagnóstico de necessidades da região e avaliar o potencial do rebanho de ovinos e caprinos do estado. O sistema SAF é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

O ‘Rota do Cordeiro’ faz parte do programa “Rotas da integração nacional”, uma iniciativa mais ampla executada pelo Ministério da Integração Nacional, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Embrapa) Caprinos e Ovinos. Um dos objetivos da presença da equipe no estado é fortalecer a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura no Maranhão.

 

O representante do Ministério, Antonio Leite, afirmou que para que as ações do projeto aconteçam, efetivamente, deve existir uma coordenação e organização local. “Nosso principal objetivo é mostrar para o produtor que a força está com ele, que a produção parte dele. O ‘rotas’ só é possível de existir com um maior envolvimento local, quanto mais organizado for o projeto no estado, mais vamos caminhar para a valorização deste setor”.

Carlos Henrique, integrantes da equipe do ‘Rota do Cordeiro’, disse que a presença da equipe Maranhão é para diagnosticar os gargalos e perceber as oportunidades da ovinocaprinocultura dentro do Polo Chapadinha. “Vamos analisar os pontos fortes da cadeia produtiva do estado e construir uma carteira de projetos”, informou.

Para o secretário adjunto de Comercialização e Organização Produtiva da SAF, Francisco Sales, o Maranhão tem muito a ganhar com a Rota do Cordeiro. “Impulsiona a cadeia produtiva que é prioritária na atual gestão do Governo do Estado, dados os investimentos no Programa ‘Mais Produção, o que amplia, ainda mais, a produção de ovinos e caprinos. Acreditamos que estamos no caminho certo e somadas as forças iremos proporcionar ainda mais o desenvolvimento ao nosso estado”, disse.

IMG_20170322_100740

Presidente da Agerp, Julio Cesar Mendonça, durante solenidade de abertura da “Rota do Cordeiro”

O presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça, enfatizou o compromisso do governador em combater os entraves para a produção, deixados durante longos anos. “Precisamos reacender o ânimo dentro de cada produtor; estamos empenhados em combater as dificuldades estruturais e resgatar a confiança através de programas como o ‘Mais Produção’ e as cadeias produtivas”. Ele ressaltou a confiança dos parceiros envolvidos em efetuarem ações práticas como as capacitações desempenhadas pela Agerp nas últimas semanas e o acompanhamento de oficinas como essas, do ‘Rota do Cordeiro’.

Presentes, também as ações em Chapadinha, o gerente regional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Larissa Leite; representante da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Maranhão (Fetaema), Antônia Santos; presidente da associação de criadores de ovinos e caprinos de Chapadinha, Armando Brito e gestores regionais da Agerp.

Rotas do Cordeiro

O Programa Rotas do Cordeiro incentiva atividade de produção de cordeiros e cabritos no Nordeste e todas as atividades que estão ligadas a esta cadeia produtiva, desde os insumos básicos, passando pela produção até o comércio. Mais de 40 mil produtores foram beneficiados. Compõe o programa Rotas da Integração Nacional, que atua, também, nos segmentos frutas, mandioca, mel, peixe, leite e economia criativa.

A partir da análise e necessidades dos produtores de ovinos e caprinos do Maranhão é que a ‘Rota do Cordeiro’ atuará na forma de capacitação, assistência técnica, edificação e até construção de centros de terminações. Com a inclusão definitiva do Maranhão na Rota do Cordeiro pretende-se modernizar a produção, melhorando a renda do produtor além, de beneficiar, também, o consumidor com produtos seguros, com melhor qualidade e boa oferta.

Agerp participa da ‘Caravana Governo de Todos’ leva ações e serviços à população de Bacurituba e São Vicente Ferrer

IMG_20170318_083810

“Caravana de Todos” em São Vicente Ferrer

A ‘Caravana Governo de Todos’ levou, no último sábado (18), serviços nas áreas da saúde, educação, assistência social, esportes e ações de cidadania para as populações dos municípios de São Vicente Férrer e Bacurituba. A ação, coordenada pela Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), oportuniza maior integração entre gestores e sociedade consolidando a política de participação social desenvolvida na gestão do governador Flávio Dino. A programação conta com rodas de conversas, nas quais representantes da gestão apresentam as políticas públicas, e as comunidades, por sua vez, expõem suas demandas.

 

A proposta da Caravana é estreitar a relação com as comunidades, ampliar a oferta de serviços públicos e promover a integração do Estado e prefeituras, com fins a estruturar as políticas públicas. “Está sendo mais uma oportunidade para levarmos as ações do Governo, prestarmos conta do que vem sendo realizado e conversarmos com a população, com as lideranças e gestores municipais para fortalecer a agenda da mudança, liderada pelo governador Flávio Dino”, enfatizou o secretário da Secap, Márcio Jerry.

IMG_20170318_144935

Presidente Julio Cesar Mendonça, juntamente com o secretário secretário da Secap, Márcio Jerry, inaugurando um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em Bacurituba.

Na agenda comum às duas cidades, foram contempladas  com as ações da Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural (AGERP), que por meio da esquipe do escritório regional do órgão em Viana, realizou junto aos agricultores familiares da  região a emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e do Cadastro Ambiental Rural (CAR), incluindo ainda, orientações de assistência técnica. Por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), os produtores tiveram a oportunidade de efetuar  um pré-cadastro no programa ‘Mais Sementes’ – ação de apoio na produção de itens essenciais, a partir da distribuição de sementes de arroz, feijão, milho, hortaliças e frutas.

 

 

Técnicos da Agerp recebem capacitação para atuar na Cadeia Produtiva de Feijão Caupi

O Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar, composto pela Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (ITERMA), realizou para técnicos da Agerp, nos dias 13 e 15, em Pedreiras, uma capacitação sobre a Cadeia Produtiva do Feijão Caupi.

2017-03-14-16-47-02-035

Técnicos receberam orientações sobre a Cadeia Produtiva do Feijão Caupi.

A capacitação contou com o acompanhamento da equipe técnica do Sistema SAF, que ministrou o curso para 20 técnicos das regionais da Agerp de Bacabal, Presidente Dutra e Pedreiras. O objetivo dessa ação é qualificar os profissionais de assistência técnica na transferência de tecnologia de inoculação de feijão-caupi, cultura tradicional da agricultura familiar no estado e um dos principais componentes da dieta alimentar nas regiões Nordeste e Norte do Brasil, com adoção da fixação biológica de nitrogênio (FBN), que é uma alternativa tecnológica para o aumento da produtividade e diminuição dos Gases de Efeito Estufa (GEE), garantindo o fortalecimento da produção agrícola das famílias rurais maranhenses.

O secretário da SAF, Adelmo Soares, aponta para a importância do conhecimento como instrumento de mudança. “A chave para o desenvolvimento é o conhecimento. Se o Estado entra com a regularização das terras pelo Iterma, órgão também recuperado pelo governador Flavio Dino, com assistência técnica pela Agerp e o fomento estadual ou federal, garantindo a produção, temos desenhado um dos principais caminhos para o desenvolvimento do nosso estado. Então, nós acreditamos muito no conhecimento e no trabalho realizado pelos técnicos como base para o crescimento do Maranhão”, afirmou o secretário.

O presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça ressalta a importância da Agerp neste processo. “A Agerp vem dando continuidade a um trabalho diferenciado, levando inovação e desenvolvimento para o campo, com as cadeias produtivas que coordenamos. Com o início das capacitações e a difusão de conhecimento para os nossos técnicos, vamos proporcionar a transferência de tecnologia para o agricultor e a agricultora familiar, alavancando a produtividade e dando um salto na melhora da qualidade de vida das famílias.”

“É gratificante saber que a partir deste processo de conhecimento e acesso a essas novas tecnologias, poderemos contribuir para uma mudança efetiva na vida de milhares de agricultores familiares, sendo possível também, proporcionar um desenvolvimento sustentável no nosso Estado”, disse o técnico da regional da Agerp de Pedreiras, José Raimundo Maia.

Para Luciana Coutinho, coordenadora de formação e capacitação da Agerp, com os cursos, os técnicos vão oferecer as famílias rurais uma assistência técnica continuada e de qualidade. “Com as capacitações das Cadeias Produtivas, que serão realizadas ate setembro deste ano, vamos garantir processo de atualização de conhecimento dos técnicos, que atuarão como um multiplicadores em campo, reforçando a imagem deste agente de transformação da realidade de diversas famílias rurais”, frisou a coordenadora.

As capacitações terão continuidade com os cursos de capacitação da Cadeia Produtiva de Ovinocaprino, nos dias 16 e 17 e Mandioca, entre 21 e 23, para os técnicos da regional da Agerp de Chapadinha.

Cadeia produtiva do feijão Caupi.

A Cadeia Produtiva do Feijão Caupi beneficiará 300 famílias, que receberão fomento no valor de R$ 2.700, distribuídas nos municípios: Bernardo do Mearim, Esperantinópolis, Igarapé grande, Lima Campos, Pedreiras, Poção de Pedras, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto e Trizidela do Vale, Joselândia, Santo Antônio dos Lopes, São Luís Gonzaga do Maranhão, Lago da Pedra, Lago do Junco e Lago dos Rodrigues e Capinzal.

Mais produção

O ‘Mais Produção’ integra parte das estratégias do Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab) e é voltado para o fortalecimento da produção agropecuária no estado.

O programa define 10 cadeias produtivas prioritárias (feijão, arroz, mandioca, carne e couro, ovinocaprinocultura, leite, avicultura – caipira e industrial, piscicultura, hortifruticultura e mel) a serem trabalhadas com foco no abastecimento do estado e na busca pela autossuficiência. O Sistema Saf é responsável pela coordenação das cadeias Ovinocaprino, Aves Caipira, Mel, Feijão Caupi, Hortifruti (Abacaxi Turiaçu), Hortifruti (Caju Delta) e Mandioca.