Facebook Twitter Instagram

Emoção marca liberação da primeira parcela do fomento do Dom Helder

Esperança vem sendo a tônica das visitas com os beneficiários do Projeto Dom Helder Câmara. Com o recebimento da primeira parcela do fomento que apoiará os projetos produtivos, no valor de 1.400 reais, os agricultores e agricultoras familiares, como Cristiane de Souza, de Codó, não escondem sua emoção de poder garantir sua renda e sustento através de suas atividades.

O programa beneficiará 1.749 agricultores familiares em situação de vulnerabilidade social, que além do fomento receberão serviços de assistência técnica e extensão rural do Governo do Estado, por meio da Agerp. A atividade já acontece em toda a região Nordeste, e somente na atual gestão chegou ao Maranhão.

Retrospectiva Governo de Todos Nós: Capacitações melhoram a qualidade da extensão rural do Maranhão

O Governo do Maranhão leva a sério a qualificação da produção da agricultura familiar do Estado. Diversas capacitações são ministradas todos os anos, a fim de melhorar a qualidade da assistência técnica e também de levar conhecimento até os agricultores e agricultoras familiares.

Desde 2015, 32.817 pessoas foram capacitadas pela Agerp, junto com diversos parceiros, em mais de 300 eventos desde cursos, seminários e feiras como as AgriTECs. Com mais informação, o agricultor familiar pode manejar de forma mais eficiente o seu plantio, qualificando sua produção. É a agricultura familiar mostrando que tem vez no Maranhão!

Agerp presta assistência técnica para horta em escola em Satubinha

A Agerp vem auxiliando na instalação da horta da Escola Estado de Pernambuco, em Satubinha. A instituição de ensino foi contemplada através do Programa Ensino Médio Inovador – ProEMI, que tem o objetivo de garantir o acesso à educação de qualidade aos jovens do Ensino Médio público do país.

No local, é realizado o plantio de coentro, cebola, beterraba, pimentão, pepino, quiabo e plantas medicinais, para consumo dos alunos. O projeto tem o auxílio da Prefeitura de Satubinha, pais e alunos da escola, todos trabalhando para que a escola seja sustentável.

Retrospectiva Governo de Todos Nós: Assistência técnica garante produção familiar do Estado

Ao assumir o Governo do Estado em 2015, o governador Flávio Dino firmou compromisso com a agricultura familiar do Maranhão. Através da criação de uma secretaria de Estado para a temática e a vinculação da Agerp e do Iterma, os agricultores e agricultoras familiares têm hoje suporte para melhor desenvolvimento de seus trabalhos.

Braço responsável pela assistência técnica do Sistema da Agricultura Familiar, a Agerp realizou desde 2015, 260.537 atendimentos. Assim, pode-se ouvir as demandas de curto, médio e longo prazo dos agricultores e agricultoras familiares do estado.

Através destas visitas, a agência pode auxiliar os agricultores no aumento de produção e da renda, trabalhando a construção e melhorando políticas públicas voltadas para a mulher e o homem do campo como: emissão de DAP, acesso ao crédito e mercados institucionais, levando, desta forma, uma gama cada vez maior de benefícios para estes trabalhadores rurais.

Retrospectiva Governo de Todos Nós: Emissão de DAPs garante acesso aos programas governamentais da agricultura familiar

A agricultura familiar agora tem vez! Além dos serviços de assistência técnica e extensão rural e também das pesquisas que visam melhorar a vida do trabalhador rural maranhense, de 2015 até 2018 a Agerp emitiu 202.819 DAPs em todo o Maranhão.

DAP é a Declaração de Aptidão ao Pronaf. Ela comprova que o produtor é um agricultor familiar e garante acesso a políticas públicas como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Programa de Aquisição de Alimentos, Merenda Escolar e Habitação Rural e também crédito rural orientado, a exemplo do Agroamigo.

Agerp participa de discussão sobre assistência técnica em terreiros

Na tarde desta quinta-feira (10), a Agerp se reuniu com representantes da Secretaria de Estado da Igualdade Racial – Seir e da Secretaria de Estado da Saúde – SES para discutir sobre a produção e assistência técnica em hortos de terreiros de matriz africana.
.
🌱 A iniciativa visa a produção de plantas medicinais e litúrgicas, naquilo que tange a preservação da cultura e tradições religiosas destes locais envolvendo a troca de saberes entre unidades de saúde pública e os terreiros das comunidades.
.
🤝🏾A ação ocorrerá inicialmente em: São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e, posteriormente, o projeto se expandirá para as cidades de Serrano, Icatu e Itapecuru-Mirim.

Agerp participa do Encontro das Quebradeiras de Coco em Codó

A Agerp está presente durante o VIII Encontro das Quebradeiras de Coco Babaçu que se encerra neste final de semana em Codó. Os encontros acontecem desde o fim de novembro, são organizados pelo Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu – MIQCB e já aconteceram no Pará e Tocantins. Na pauta, as mulheres falam sobre os avanços e as dificuldades ainda enfrentadas pelas quebradeiras de coco.
.
💪🏾A agência atua junto às quebradeiras em diversas ações por todo o Maranhão, seja em ações de assistência técnica, instalação de kits de irrigação nos campos agrícolas, entrega de sementes, emissão de DAPs, dentre outras atividades.
.
🤝🏽As quebradeiras de coco também são público alvo do Acordo de Cooperação Técnica Resgatando Saberes e Produzindo Sustentabilidade, que visa serviços de assistência técnica extensão rural para assentamentos estaduais, povos e comunidades tradicionais do Maranhão.

Retrospectiva Governo de Todos Nós: Mais Sementes entrega quase 7 mil toneladas de sementes

#AgerpEmAção 🌱
Mais Sementes para produção! Nesta gestão, pela primeira vez  Governo do Maranhão distribuiu sementes de milho, arroz e feijão no tempo certo para os agricultores e agricultoras familiares do Estado. De 2015 a 2018, 6.943 toneladas de grãos foram entregues através dos 19 escritórios regionais da Agerp.
.
🤝🏽O programa é coordenado da @Sagrima.MA junto ao Sistema da Agricultura Familiar (Agerp, @ItermaMA@SistemaSAFMA) que distribui as sementes para agricultores familiares, sindicatos, prefeituras, associações, cooperativas, povos e comunidades tradicionais do Estado. A ação garante a produção da agricultura familiar, gerando mais renda e qualidade de vida.

Retrospectiva Governo de Todos Nós: Em 4 anos, 90 Unidades de Referência Tecnológicas foram implementadas no Maranhão

Já são 4 anos de #GovernoDeTodosNós dando enfoque à agricultura familiar! Neste sentido, a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão – Agerp atua em todo o Estado com o compromisso de melhorar a vida dos agricultores e agricultoras familiares. Através da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento, novas técnicas e tecnologias são desenvolvidas para auxiliar os trabalhadores rurais.

Nesta gestão, 90 Unidades de Referência Tecnológicas foram implementadas envolvendo diversas culturas como feijão-caupi, mandioca, milho, dentre outras. Tecnologias como a roça agroecológica e o inoculante do feijão-caupi aumentaram a produtividade local, gerando mais renda aos agricultores familiares e melhorando a qualidade de vida de suas famílias.

Jovens Akroás Gamellas realizam o plantio de horta em Viana

Sucessão Rural: apoio à produção da juventude nas Zonas Rurais do Maranhão! O Escritório Regional de Viana vem prestando junto as prefeituras municipais assistência técnica para jovens agricultores familiares de povos e comunidades tradicionais da região.

Nesta semana, a equipe auxíliou na cobertura de canteiros no povoado Canto do Antero, onde 13 jovens indígenas Akroás Gamellas que realizam o plantio de milho e hortaliças. A previsão é que em um mês eles já poderão realizar a colheita e comercializar nos mercados locais, garantindo seu sustento e evitando o êxodo rural.

Também foi realizado um intercâmbio com os jovens da comunidade quilombola do Charco, em São Vicente Ferrer. No local 30 jovens mantem um campo de 2,5 hectares, onde mantém de milho e macaxeira biofortificada. Lá também existem planos da construção de um aviário. A produção é comercializada com os mercados locais e também instrucionais, como o PNAE.