Facebook Twitter Instagram

Agricultores familiares do Tabuleiros de São Bernardo promovem Dia de Campo da Cultura da Mandioca em Magalhães de Almeida

Nesta quarta-feira (22), em Magalhães de Almeida, o evento do Dia de Campo da Cultura da Mandioca foi idealizado pela Cooperativa dos Produtores Rurais do Tabuleiros do São Bernardo e contou com o apoio do Governo do Maranhão, Prefeitura de Magalhães de Almeida e Sebrae.

Com investimentos do Governo do Maranhão, por meio de técnicos e políticas públicas do Sistema SAF (Agerp, Iterma e SAF), os irrigantes do Tabuleiros de São Bernardo, em Magalhães de Almeida, são os principais fornecedores da mandioca que serve de matéria-prima para a produção da cerveja Magnífica, da cervejaria AmBev.

Com o intuito de passar orientações técnicas atualizadas para aumentar a produtividade da mandioca no Perímetro Irrigado do Tabuleiros de São Bernardo e, consequentemente, fornecer mais matéria-prima para a cervejaria, o Dia de Campo contou com três Estações de Informação, sendo divididas entre cultivo, controle de pragas – ministradas pelos especialistas da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp) – e características de fabricação da cerveja, esta última sendo ministrada por profissionais da AmBev.

O evento foi um sucesso e superou as expectativas dos organizadores.

Sendo bem avaliado por todos os participantes, o encontro de agricultores familiares concentrou produtores de mais de 10 municípios do Maranhão, reunindo, inclusive, trabalhadores da região dos Lençóis Maranhenses.

Segundo Lourival Brandão, um dos organizadores do encontro e agricultor familiar do Perímetro Irrigado do Tabuleiro de São Bernardo, foi uma surpresa agradável o grande número de produtores de mandioca que estiveram no local.

“Estávamos esperando por 80 pessoas e aqui tem mais de 200 pessoas. Isso só reflete o tamanho do evento para nossa região. Estou muito feliz em poder ver o nosso povo crescendo em conhecimento através destes incentivos do Governo”, disse.

Para a presidenta da Agerp, Loroana Santana, que é engenheira agrônoma por formação, o Dia de Campo é um dia importante para intercâmbio de conhecimento e informação.”Hoje é um dia de muita felicidade para todos nós. O Dia de Campo representa a troca de experiência e a transferência de tecnologia para todas as pessoas envolvidas nele. Sabemos que a procura pela cerveja Magnífica está muito grande, por isso estamos expandindo cada vez mais o número de produtores de mandioca para fornecerem matéria-prima para a cervejaria AmBev. Aqui temos investimentos do Governo do Maranhão no desenvolvimento do trabalho dos nossos agricultores”, disse Loroana Santana, presidenta da Agerp.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Júlio César Mendonça, o evento é um marco histórico na vida dos agricultores. “Nós que compomos o Sistema SAF (Agerp, Iterma e SAF) e vimos o Governo do Maranhão trazer investimentos de 2015 até hoje é um grande prazer ver estas ações se desenvolverem nesta região tão importante para o Maranhão. Somamos esforços junto ao Sebrae, Dnocs, instituições bancárias e demais parceiros municipais, conversando com os agricultores e levando mais conhecimento para eles na busca pelo fortalecimento da Cadeia Produtiva da Mandioca. E é isso que nós queremos, que todos tenham oportunidades, transformando o estado em um Maranhão mais justo e desenvolvido para todos”, finaliza.

Atualmente, o Tabuleiros de São Bernardo conta com 82 famílias de produtores rurais, cada família envolvida na fabricação da cerveja Magnífica produz entre 25 e 50 toneladas de mandioca. Além da Mandioca, as famílias do Tabuleiros de São Bernardo produzem acerola, banana, coco, feijão, goiaba, limão, melancia, milho, mamão, macaxeira e mandioca.

Devido a grande procura pela bebida, a Cooperativa dos Produtores Rurais do Tabuleiros de São Bernardo já iniciou parceria de produção com agricultores familiares das cidades de Água Doce, Araioses, Barreirinhas, Santo Amaro e Tutóia.

Em São Luís, ações de alinhamento são discutidas durante reunião com gestores regionais da Agerp

Nesta quinta-feira aconteceu o Encontro dos Gestores Regionais da Agerp.

Durante o dia a Assessoria Jurídica da agência apresentou o Novo Organograma para a instituição, este documento visa atender de forma mais adequada as demandas da agricultura familiar maranhense.

O encontro continuou e teve em sua pauta de reunião, a apresentação do desenvolvimento de ações da Diretoria de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e Diretoria de Pesquisa com a proposta de buscar alinhamento nas ações desenvolvidas pela Agerp em todas as regiões do Maranhão.

O evento contou com a presença de representantes dos 19 escritórios regionais da Agerp e técnicos da sede da agência.

Agerp acompanha e fortalece produção de apicultores da região do Alto Turi

Em Santa Luzia do Paruá, a Agerp continua trabalhando para fortalecer e desenvolver a atividade de apicultores da região do Alto Turi.

As ações acontecem semanalmente todas as quintas e sextas-feiras, sendo realizadas no espaço do Núcleo de Criação de Rainhas

Na última semana, técnicos da agência auxiliaram criadores de abelhas no preparo de material para transferência de lavas para produção de abelhas Rainhas.

Governo do Maranhão entrega sementes para Agricultores Familiares de Paço do Lumiar

E as entregas de sementes de feijão continuam! Desta vez a ação foi realizada em Paço do Lumiar e contou com a participação de agricultores familiares da Região Metropolitana de São Luís.

O programa é realizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Sagrima, em parceria com o Sistema de Apoio à Agricultura Familiar. Ao todo, para Regional São Luís foram distribuídas 11 toneladas de sementes, destas, 2 toneladas foram entregues ontem (20), para trabalhadores e trabalhadoras rurais do município de Paço do Lumiar.

A agricultora Josilene Aquino falou sobre o recebimento das sementes. “Eu espero mudar minha vida através dessas sementes, começar a vender meu próprio feijão para ter meu dinheirinho no mês e ajudar minha família”

Agerp e Fetaema reúnem-se para elaborar ações em conjunto que beneficiem o homem e a mulher do campo

Reunião entre AGERP e FETAEMA

A presidenta da Agerp, Loroana Santana esteve na Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão – FETAEMA na manhã de hoje, 21. Em pauta, estiveram as demandas da federação sobre a realidade do campo e a organização de parcerias para o desenvolvimento da agricultura familiar do Maranhão.

O Sistema de Apoio à Agricultura Familiar (Agerp, Iterma, SAF) vem construindo suas políticas públicas juntamente com o movimento social organizado. Parcerias com FETAEMA, FETRAF, MST, MIQCB, ACONERUQ , entre outros, mostram o compromisso de Governo do Maranhão de estar lado a lado do trabalhador e trabalhadora rural do Estado.

📍No encontro, estiveram presentes o presidente da FETAEMA, Chico Miguel; a diretora de ATER da Agerp, Alessandra Araújo e outros membros da diretoria da federação.

Agerp debate com instituições para o funcionamento do ATER – Mais Gestão

Tratativas para associativismo e cooperativismo na agricultura familiar maranhense

A Agerp promoveu hoje, 20, uma reunião sobre associativismo e cooperativismo na agricultura familiar. A atividade fez parte das tratativas para a implantação do Programa ATER Mais Gestão no Maranhão.

O Ater Mais Gestão visa apoio a associações e cooperativas da agricultura familiar para que elas possam ter uma melhor gestão, garantindo uma maior renda para a mulher e o homem do campo.

Participaram representantes do Governo do Estado, por meio do Sistema de Apoio à Agricultura Familiar, da GR Assessoria, do Inapem.

Em São Luís, técnicos da Agerp Chapadinha participam de Seminário para aprimoramento de técnicas de criação de animais e Feiras Agropecuárias

Durante esta semana, em São Luís, componentes da Agerp Regional de Chapadinha participaram do Seminário de Responsabilidade Técnica: Avicultura, suinocultura, fabricação de ração e feiras agropecuárias.

Com palestras ministradas pela AGED, MAPA, UEMA e UFMA, a ação é importante para o corpo técnico da AGERP que trabalha junto aos agricultores familiares do Estado nas Cadeias Produtivas de Aves e Ovinocaprinocultura, além de representar aprimoramento nas atividades do dia a dia dos colaboradores da agência.

O curso foi promovido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Maranhão (CRMV-MA) e contou com mais de 150 participantes.

Sucesso de Vendas! Primeira Feirinha da Agricultura Familiar da Agerp beneficia agricultores familiares de Paço do Lumiar

Na tarde desta quinta-feira (16), foi realizada na sede da Agerp, em São Luís, a primeira Feirinha da Agricultura Familiar da agência.

Na ocasião, agricultores familiares da cidade de Paço do Lumiar que recebem assistência técnica da Agerp Regional de São Luís, comercializaram frutas e hortaliças para os colaboradores da agência, concretizando assim, o sucesso da compra e da venda que beneficia diretamente os produtores.

A agricultora familiar, Júlia Assunção, comentou sobre as vendas realizadas nesta tarde.

“As vendas de hoje foram muito satisfatórias. Eu só tenho a agradecer a equipe da Agerp por ter nos acompanhado desde o início da nossa produção e nos auxiliar na comercialização de nossos produtos, hoje produzimos o ano todo e a nossa vida melhorou muito”, disse.

Mais Sementes entrega 200 toneladas de grãos de feijão-caupi para agricultura familiar maranhense

O Governo do Maranhão iniciou a entrega de sementes de feijão da safra 2019 do Programa Mais Sementes para agricultores familiares de todas as regiões do estado. A ação visa garantir o plantio no tempo certo e incentivar a produção familiar, garantindo alimento, renda e qualidade de vida para os homens e mulheres das zonas rurais maranhenses.

O programa é idealizado pela Secretaria de Estado de Agricultura Pecuária e Pesca (Sagrima), que por meio de 16 Escritórios Regionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (AGERP/MA) distribuirá 200 toneladas de grãos de feijão-caupi em 175 municípios do Maranhão.

“O Mais Sementes é uma demonstração do compromisso que a nossa gestão tem com a agricultura familiar”, afirmou a presidenta da AGERP, Loroana Santana. Para ela, a distribuição de sementes é mais um passo na direção de um Estado mais produtivo. “As sementes obtiveram um ótimo índice de germinação, o que mostra que são de ótima qualidade, possibilitando a melhoria da produção do trabalhador rural”, concluiu.

Na atual gestão, além de serem entregues no tempo certo, pela primeira vez os povos e comunidades tradicionais do Maranhão também estão recebendo as sementes. “Mudou demais para nós indígenas. Com as sementes de feijão, arroz e milho, hoje nós trabalhamos na agricultura familiar. Hoje fornecemos nossa produção para as escolas, para os colégios. Hoje a gente tem o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos). Melhorou muito para nós”, disse Raimundo Guajajara, da Aldeia Januária, em Bom Jardim.

O Mais Sementes – Feijão Safra 2019 já foi lançado nos municípios de Bacabal, Caxias, Chapadinha, Codó, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês, São João dos Patos, e Zé Doca. Na próxima semana, as sementes continuarão a ser entregues.

Confira o calendário:
18/05 São José de Ribamar
20/05 Paço do Lumiar
21/05 Barra do Corda
22/05 Rosário
27/05 Viana

Agerp realiza treinamento de criação de abelhas rainhas com estudantes e apicultores do município de Santa Luzia do Paruá

A atividade foi coordenada por técnicos da Agerp Regional de Zé Doca

A ação é resultado da implantação do Núcleo de Criação de Rainhas na cidade de Santa Luzia do Paruá. O treinamento é realizado semanalmente pela Regional de Zé Doca, sendo criado para beneficiar os apicultores da região do Alto Turi na atividade de criação das abelhas, contribuindo para o aumento da produção de mel, impactando no aumento das vendas e da renda financeira dos criadores.

Além disso, o treinamento acontece com estudantes da Casa Familiar Rural de Pindaré-Mirim, capacitando-os para a realização de assistência técnica qualificada junto ao agricultor familiar, desenvolvendo a atividade na região.