Facebook Twitter Instagram

Agroindustrialização: Agerp e Aged conversam sobre agroindústrias de origem animal

A Agerp recebeu, nesta quarta-feira (19), a visita do médico veterinário, Marcelo Falcão, coordenador de Produtos de Origem Animal da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão – Aged. Em pauta, estiveram as agroindústrias de produtos de origem animal existentes no Estado com pendências de registo e produdos potenciais para indicação geográfica.

A Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento apresentou os projetos atualmente em execução e dos que serão futuramente desenvolvidos na área de agroindustrialização de produtos de origem animal.

Sistema SAF participa de oficina sobre Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário na Fetaema

O secretário da SAF, Júlio César Mendonça, a presidenta da AGERP, Loroana Santana, o diretor de Assentamentos do ITERMA, Renê Campos e o secretário Adjunto da SAF, Chico Sales participaram nesta quinta-feira (20), na FETAEMA, da Oficina de Base: Panejando Ações para o Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário. Ao todo serão 116 Oficinas de Base em todo o país que está sendo coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG).

Na FETAEMA, a oficina iniciou terça-feira (18) e encerrou nesta quinta-feira (20). Nos três dias de evento, os agricultores familiares da região do Baixo Parnaíba e Baixada Oriental dialogaram sobre: Luta sindical e o trabalho de base; fortalecimento da ação e prática sindical e desafios para Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário. No Maranhão ainda serão realizadas mais cinco capacitações. .

O Sistema de Apoio à Agricultura Familiar (SAF, AGERP, ITERMA) dialogou com os participantes sobre regularização fundiária, projetos de assentamentos, assistência técnica, emissão de CAR, previdência social, cenário político atual, econômico estadual e federal, além de diversas ações sobre o fortalecimento da agricultura familiar.

Ater Mais Gestão: programa é apresentado para associações e cooperativas em Caxias

Ater Mais Gestão!

Nesta última quarta-feira, 19, a Cooperativa Florescente Agropecuária de Caxias – COOFAC recebeu mais uma atividade do ATER Mais Gestão. A coordenadora do programa do Maranhão, a assistente social da Agerp, Célia Salazar realizou a apresentação do programa para os cooperados e assinatura do termo de adesão da cooperativa, que possui 240 sócios.

O Ater Mais Gestão visa fortalecer a agricultura familiar de cooperativas e associações, ampliando a visão dos cooperados para o empreendedorismo e comercialização. No Maranhão, será executado pela Agerp e trabalhará inicialmente com 12 empreendimentos.

Equipe da Agerp realiza visita a agricultoras familiares beneficiadas pelo Projeto Dom Helder Câmara em Presidente Juscelino

Na manhã desta quarta-feira (19), a presidenta da Agerp, Loroana Santana, acompanhada da equipe da Regional de Rosário, visitou áreas de agricultoras familiares maranhenses beneficiadas através do projeto Dom Helder Câmara no município de Presidente Juscelino.

Na ação, foram realizadas quatro visitas em áreas produtivas de agricultoras que já receberam a primeira parte do fomento de R$ 2.400 reais.

Na atividade, a equipe visitou mulheres do campo, que por meio do Sistema Estadual de Apoio à Agricultura Familiar (Agerp, Iterma e SAF), estão alcançando mercados locais, vendendo bolos, hortaliças, animais e também estão comercializando para programas de nível federal como o PNAE.

O projeto beneficia 1.750 famílias de agricultores que estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica, em 18 municípios maranhenses.

Além da presidenta, também estiveram presentes o coordenador do projeto Dom Helder Câmara no Maranhão, Josenildo Cardoso, a diretora de ATER da Agerp, Alessandra Araújo, o gestor da Regional de Rosário Waldemar Diniz, técnicos e equipe da sede da Agerp.

Cultura da Melancia: Capacitação é ministrada na comunidade Quadro, em Zé Doca

Capacitação em Zé Doca

A Agerp segue com sua agenda de capacitações realizadas em todo o Estado. No Povoado Quadro, em Zé Doca, iniciou-se nesta terça-feira (18) uma atividade de Manejo Produtivo da Melancia: fitossanidade.

A capacitação dura dois dias, com a participação 23 agricultores e agricultoras familiares, além de técnicos do Escritório Regional da Agerp do Município. As atividades são ministradas pelo agrônomo da agência, José Urbano.

Capacitação rural é um dos nortes da agência. De 2015 a 2018, 32.217 pessoas foram capacitadas, sejam agricultores e também o corpo técnico da Agerp.

Produção Magnífica: Agricultores familiares de Santana do Maranhão fornecem pela primeira vez mandioca para o feitio da cerveja da AmBev

Produção Magnífica!

O Sistema de Apoio à Agricultura Familiar do Maranhão (Agerp, Iterma, SAF) tem auxiliado os agricultores familiares produtores de mandioca em todo o Estado a venderem para produção da Magnífica. Em Santana do Maranhão, acompanhados por técnicos do Plano Mais IDH, três trabalhadores rurais produziram 28 toneladas da raiz a ser comercializada com a cervejaria AmBev. Com a venda, os homens e mulheres receberam cerca de 15 mil reais.

Os técnicos da região do Baixo Parnaíba têm auxiliado os agricultores familiares locais a realizarem a venda da mandioca, garantindo o abastecimento da cerveja e gerando mais renda para as famílias dos municípios.

Hoje, além de Santana, existe uma produção intensa da mandioca, nos municípios de de Icatu, Barreirinhas, Tutóia, Água Doce, Araioses e Magalhães de Almeida. Este último município sendo o principal fornecedor da mandioca, através da produção do perímetro irrigado do Tabuleiros de São Bernardo.

Sistema SAF participa de audiência pública do Orçamento Participativo

Em mais uma etapa de discussões do Orçamento Participativo, o Governo do Estado promoveu nesta terça-feira (18), a audiência pública no município de Codó agregando as comunidades da regional dos Cocais.

A audiência tem o objetivo de ouvir a população para fazer propostas, sugestões e eleger, entre as prioridades, inciativas para o desenvolvimento das cidades da regional. Esta é a quarta semana de audiências e os debates vão definir a aplicação do orçamento para o quadriênio 2020-2023.

Estiveram presentes, o prefeito Francisco Nagib; os secretários de Estado Júlio César Mendonça (SAF); Francisco Gonçalves (Sedihpop); Catulé Jr (Setur); Andre Vitral (Seejuv); subsecretário da Setres, Genilson Alves; presidenta da Agerp, Loroana Santana; a presidenta da Aged, Fabiola Ewerton; o presidente da Fapema, André Santos; o superintendente da SAF, Pedro Bello; gestora Regional da Agerp de Codó, Rosiane Lobo e equipe técnica; representantes da sociedade civil, vereadores, Uema, e população de Timbiras, Codó, Coroatá e Peritoró.

Capacitação para Povos e Comunidades Tradicionais: Curso de Associativismo e Cooperativismo para quebradeiras de coco babaçu em Codó

Cooperativismo e Associativismo!

Nesta segunda-feira, 17, iniciou-se o curso de Noções Básicas Sobre Associativismo e Cooperativismo, ministrado pela Agerp na Associação das Quebradeiras de Coco de Nova Jerusalém, município de Codó. 20 mulheres participam das atividades que durarão até esta terça-feira, 18.

As extrativistas já recebem acompanhamento técnico da Agerp, através do Escritório Regional de Codó. Elas produzem bolos e biscoitos de mesocarpo do babaçu que comercializam na propriedade e também para mercados institucionais como PAA e PNAE, e também hortaliças e poupas de fruta que vendem apenas na propriedade.

A atividade faz parte do Plano Plurianual da Agerp. O curso é ministrado pela assistente social da casa, Célia Salazar. Capacitação rural é um dos nortes da agência. De 2015 a 2018, 32.217 pessoas foram capacitadas, sejam agricultores e também o corpo técnico da Agerp.

1ª Feira da Sustentabilidade é realizada no povoado Igaraú, na zona rural de São Luís

Neste domingo (16), a presidenta da Agerp, Loroana Santana e membros da agência estiveram na I Feira da Sustentabilidade do Igaraú.

A Feira reuniu agricultores familiares artesãos que recebem assistência técnica da Agerp na zona rural de São Luís.

Comidas típicas, doces e licores da terra, frutas e hortaliças, artesanato estiveram à venda nas barracas das trabalhadoras e trabalhadores rurais durante o evento.

Além disso, a Feira movimentou a população da região, reunindo vendas e atrações culturais, atraindo a atenção de gestores públicos e demais representantes do Governo do Maranhão, para a produção de trabalhadores do Igaraú, comunidade que tem mais de 200 anos de existência.

Beneficiários do Mais IDH de Pedro do Rosário comercializam na Feirinha da Agricultura Familiar do município

Agricultores familiares, beneficiários do Plano Mais IDH de Pedro do Rosário, participaram nesta sexta-feira (14), na Feirinha da Agricultura Familiar no município.

Os doze beneficiários comercializaram variados produtos que são cultivados em suas propriedades com apoio da equipe técnica do Mais IDH.

A feirinha gerou uma renda de R$ 1.692,50.